Escolha o vestido ideal para o seu corpo

Com a chegada da estação quente, os vestidos ganham o posto de peça coringa do guarda-roupa.

Longos, curtos, estampados, coloridos ou decotados, eles atendem a todos os gostos.

Mas antes de escolher o seu, vale pesar na balança qual modelito mais se adequa ao seu biótipo.

A personal stylist Paola Elide, membro da Association of Image Consultants International (AICI), ajuda na escolha do vestido perfeito para cada corpo, deixando qualquer desculpa inválida para não querer usá-los.

E ela emenda a primeira dica: “seja criteriosa em frente ao espelho para avaliar as áreas do corpo que a peça disfarça ou ressalta”, explica Paola.

Peso e altura

Estes dois fatores não podem passar batido.

Mulheres mais altas podem apostar em estampas grandes e listras horizontais mais largas, que não correm o risco de achatar a silhueta.

Já as estampas pequenas, geométricas e listras verticais ajudam a alongar, portanto, são ideais para as mais baixas.

Nada de se esconder por baixo da roupa se está com o peso a mais ou a menos do que gostaria.

Optar por estampas delicadas e cores escuras colaboram para disfarçar visualmente os quilinhos a mais.

Vale também apostar em vestidos com marcação abaixo do seio e também aqueles que tem a saia drapeada, pois não marcam as gordurinhas.

Já as magrinhas ganham mais curvas quando apostam em cores claras e tecidos estruturados.

Os mais leves causam a ilusão de um corpo ainda mais magro.

Seios

A escolha certa de vestido pode valer por uma cirurgia plástica.

Optar por decotes em “V” e fugir dos modelos apertados com cores muito claras irá causar o efeito de seios menores.

Quem tem pouco seio deve optar por golas mais fechadas, dica da personal stylist.

Deixe de lado também vestidos de um ombro só.

“Dê preferência à gola canoa”, alerta.

Além disso, vale também ficar atenta à região do busto na escolha do vestido.

Optar por babados e cores quentes, como o vermelho, amarelo e coral, dão mais volume ao corpo.

Ombros

Os ombros muito largos podem ser disfarçados para garantir um visual harmonioso.

Como aconselha Paola, optar por alças médias já faz toda a diferença.

“Mangas curtas ou três quartos também ajudam a disfarçar os ombro”, explica.

Um corte mal escolhido ou uma estampa errada podem fazer com que o quadril largo fique ainda maior.

Optar por cortes retos, além de tecidos leves criam o efeito de quadril menor, enquanto tecidos mais encorpados deixam a região do corpo mais volumosa.

“O corte evasê (em formato de “A”) também tem o mesmo efeito de aumentar”.

Pernas

Pernas muito finas pedem o comprimento do vestido abaixo dos joelhos.

A peça pode apresentar detalhes na parte superior e, principalmente, no colo, para não chamar atenção para as pernas.

“Além disso, usar sapatos amarrados no tornozelo também faz com que as pernas pareçam mais grossas”, completa a personal stylist.

Já para pernas grossas demais, a dica é usar tecidos mais soltos e ter o comprimento logo abaixo dos joelhos.

Braços

Se a preocupação é com os braços mais gordinhos, a dica é optar por tecidos fluidos nas mangas e que terminem próximo ao cotovelo.

Mangas mais curtas e com detalhes disfarçam os braços finos.