HOMEM & MULHER: UMA RELAÇÃO AINDA EM CONSTRUÇÃO


‘Cobramos os homens por não ajudarem. Só que, quando eles tentam, nós criticamos, pois não conseguem fazer exatamente do ‘nosso jeito’. O resultado é que acabamos fazendo tudo e, assim, adquirimos mais uma tarefa.’-
Cecília Russo Troiano, psicóloga

‘Antes, as mulheres se queixavam dos obstáculos que enfrentavam para ‘chegar lá’. Hoje, o grande problema -do ponto de vista de quem as escuta- é a dificuldade de suportar tudo o que conquistaram.’-
Jorge Forbes, psicanalista

‘No bar, eles contam piada, falam de futebol e realmente relaxam. Já as mulheres, quando se encontram, falam sobre problemas -de casa, do trabalho, no amor… ‘-
Mônica Waldvogel , jornalista

‘Muitas já não querem a posição máxima dentro da empresa. Sabem que os postos de destaque vão exigir viagens, horas a mais de trabalho, muita dedicação. Esse é o conflito feminino de hoje.’ –
Jorge Forbes, psicanalista

SERÁ QUE SABEMOS SER FELIZES?
OU PREFERIMOS BRIGAR PARA ESTARMOS CERTAS?

Antigamente a mulher ganhava dinheiro pra cobrir apenas os seus luxos. Mas nos dias de hoje o orçamento familiar depende desse salário – muitas vezes, totalmente. Quantas as mulheres mães solteiras ou mesmo separadas e casadas que tem a responsabilidade pela maior parte do orçamento do lar.

Como administrar a profissional, mãe e mulher? Como ser feminina, atraente e competente? Onde está o tempo para cuidar de si, da beleza, da diversão, das amigas, do esporte? Qual o tempo para ficar com os filhos? Com o marido? Onde colocar tudo isso em um dia de apenas 24 horas!!!!!

Qual a posição do marido, namorado e companheiro? Deixamos espaço pra isso?Permitimos ser ajudadas? Abrimos mão destas tarefas que nos sobrecarregam, mas nos dão a sesnsação de sermos “superpoderosas”?

Estas perguntas andam pelo ar e incomodam. Acho que a “casa das mulheres” é o lugar onde podemos encontrar e descobrir muitas delas através da troca efetiva com outras mulheres. Temos que abrir mão da perfeição – não precisamos ser nota dez, contentemonos com 7 – assim vai dar pra fazer tudo de maneira satisfatória e alegre. Mas se quiser ser perfeita, nota dez em tudo, sinto comunicar, isso trará muito mais tensão do que real satisfação e reconhecimento.
Sandra Regina, RJ, Médica

Anúncios

MULHERES MACHISTAS

Com quanto mais mulheres um homem ficar, melhor para ele pois os amigos vão admira-lo e as garotas desejá-lo. Já com as mulheres a coisa é bem diferente porque se ficarem com um cara por semana serão chamadas de galinhas, vacas, putas e por ai vai…
Que mundo injusto né, como as pessoas são maldosas. Pois é, mas veja só que curioso… quando pensamos nas injustiças da vida e nas maldades da humanidade nunca nos incluimos na conta, nééé? Ou vai dizer que nunca desvalorizou alguma menina só porque ela ficava com vários caras ou porque ela era mais nova que o menino ou ainda uma moça com filho tentando refazer a vida e encontrar um amor?

Isso é que é o pior minhas caras, o machismo não é um defeito exclusivamente masculino, as mulheres cumprem um papel muito importante na sua divulgação e manutenção. Aceitamos como verdade essa ladainha de que homem pode e deve pegar quantas quiser enquanto mulher tem que se preservar pra não ficar “falada”! Mas por que mulher tem essa mania de esculhambar com a outra? Não seria porque essas moças putas enrustidas e mal amadas , na verdade, estão morrendo de inveja da outra que se deu bem por ser uma menina livre de preconceitos heim?!

Infelizmente muitas mulheres colaboram com um mundo onde homem pode tudo e mulher pode nada e tudo isso em pleno século 21! (texto do colunista Antonio Prata)

Deusas do feminino e a habilidade do ser


Conhecer as diversas deusas, rever o processo histórico e resgatar a confiança e poder pessoal é uma poderosa arma capaz de aumentar a auto-estima e gerar motivação interna.

Os arquétipos das Deusas, segundo Jung, são fontes dos padrões emocionais de nossos pensamentos, sentimentos, instintos e comportamentos que poderíamos chamar de “femininos”.

Veja agora o quadro das principais Deusas Gregas:

Atenas: Deusa da sabedoria e da civilização
Afrodite: Deusa do amor
Perséfone: Deusa do mundo subterrâneo
Ártemis: Deusa do mundo selvagem
Deméter: Deusa das colheitas
Hera: Deusa dos céus

Enquanto a Mulher-Atenas busca a realização profissional, a carreira, podendo estar envolvida com a educação, a cultura intelectual, justiça social e política, a Mulher-Deméter é uma verdadeira mãe-terra que gosta de estar grávida, de amamentar e de cuidar de crianças.

A Mulher-Ártemis é prática, atlética, aventureira, aprecia a cultura física, a solidão, a vida ao ar livre e os animais. Dedica-se à proteção do meio ambiente, aos estilos de vida alternativos e às comunidades de mulheres. E a Mulher-Perséfone é mediúnica e atraída pelo mundo espiritual, pelo oculto, pelas experiências místicas, visionárias, assim como pelas questões ligadas à morte.

Já a Mulher-Afrodite está voltada principalmente para os relacionamentos humanos, sexualidade, intriga, romance, beleza e inspiração das artes. Diferentemente da Mulher-Hera, que se ocupa do casamento, da convivência com o homem e, quando são líderes ou governantes, com as questões ligadas ao poder.

Como podemos perceber todas essa “deusas” habitam nossa psique e muitas vezes entram em conflito entre si. Esses conflitos internos nos paralisam e nos impedem de tomar decisões e atitudes.

Os homens também são influenciados pela energia das Deusas, pois estas espelham a energia feminina na psique masculina – embora, via de regra, os homens vivenciem-nas como exteriores a si próprios, ou seja, como mulheres pelas quais são atraídos ou pelas quais se sentem fortemente provocados.

Descobrir a capacidade incondicional de amor e o direito de amar, amar-se e ser amada (Afrodite), reconciliar-se com seu feminino, sua mãe interior (Demeter), encontrar o seu lado guerreira (Atena), despertar o seu lado selvagem (Ártemis) ou criança (Perséfone), descobrir sua necessidade de família e tradições (Hera) possibilita que cada um de nós possa resgatar seu poder pessoal e expressá-lo no mundo.

Homens e mulheres ganham força e muitos benefícios ao identificar esses aspectos em si. Experimentam crescimento pessoal e liberação de temores. Sentem a capacidade de procurar soluções criativas para problemas freqüentes e, aparentemente insuperáveis. Aprendem principalmente conhecer, saber e fazer respeitar os valores femininos, assumir compromissos pessoais, inter e intrapessoais.

Uma boa viajem interior e uma poderosa aliança com suas Deusas Interiores!

Autor: Dra. Sandra Regina De Souza
http://www.sandraregina.med.br